O Hobbit vai virar uma trilogia!

Peter Jackson havia manifestado sua vontade de continuar trabalhando na Terra Média. Ou seja, com mais um filme de O Hobbit. No caso, as cenas seriam gravadas no início do ano que vem, para completar a adaptação das anotações de J.R.R Tolkien no que seria um filme ponte, entre o que acontece em o Hobbit e O Senhor dos Aneis.

No Twitter, Ian Mckellen, (o querido Gandalf) afirmou que “os dois filme d’O Hobbit se tornarão 3”. Logo depois no Facebook, Peter Jackson confirmou a informação. “Em nome da New Line Cinema, Warner Bros. Pictures, Metro-Goldwyn-Mayer, Wingnut Films e todo o elenco e equipe dos filmes O Hobbit, eu gostaria de anunciar que os dois filmes se tornarão três”.

E aí, gostou?

@pheer_

Anúncios

O Primeiro Trailer de O Hobbit – Uma Jornada Inesperada *todospula*

Saiu ontem (21) o tão aguardado trailer da primeira parte do filme baseado na obra “O Hobbit” de J.R.R Tolkien.

Se os Nomes “Hobbit” e “J.R.R Tolkien” te lembraram de três filmes sobre um mago, pessoas baixas de pés cabeludos e um anel que não é de casamento mas traz muitos problemas, troféu Joinha (Y) pra você.

Mas, se você estava/mora em um bangalô na Indonésia sem wi-fi e não sabe do que estou falando, calma. Eu explico

John Ronald Reuel Tolkien começou a fazer os rascunhos da incrível jornada dos Hobbits enquanto lutava na Primeira Guerra Mundial. Em 1937, foi lançado seu primeiro livro, O Hobbit, e pouco tempo depois ele ofereceu O Silmarillion, que foi recusado pela editora na época, e não foi lançado. Tolkien trabalhou durante doze anos e lançou o livro de ficção e fantasia mais importante de todos os tempos:  O Senhor dos Anéis.

A história com mil e sabe-se lá quantas páginas foi divididas em três partes: A Sociedade do Anel, As duas Torres e o Retorno do Rei. E eu li todos eles, em uma linda edição que reunia os três livros compilados em um, que parecia um tijolo, que ninguém havia se arriscado a pegar para ler, e estava criando poeira na estante da biblioteca da escola. Demorei três semanas para ler toda a saga e me apaixonar por ela,  o que é considerado um recorde dentre as pessoas que se arriscam a tentar ler o imenso livro e ficaram com ele por quase seis meses e nem haviam chegado na metade da Sociedade do Anel.

Continuar lendo